Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Açúcar, Galp, sexo, gastronomia e uma pitada de humor negro...

14.12.10publicado por Gato Pardo

Bem, tenho de admitir que a crise está instalada... O povo português à falta de segredos na dita Casa dos Segredos (possivelmente, o maior anti clímax desde que o David Motta disse que não é gay vestido de leopardo com uma pochete, écharpe a condizer e botas de matar baratas nos cantos...) decidiram que a solução para se manterem ocupados era fazerem uma razia aos supermercados e lixar o stock de um produto em particular...Por alguns instantes, ainda pensei que ia ser tampões (sim, há lá coisa melhor para meter inveja ao vizinho do que dizer "quê, tampões digitais???Eu tenho aplicador super...Quase que parece que falam dum Citroén ZX com escape de rendimento e dados fluorescentes no retrovisor...) mas afinal de contas ficaram-se pelo açúcar...Mon dieu, o que será da população portuguesa sem a sua dose cavalar de glicémia? Vamos dar todos em doidos, i tell you...Vai haver motins à porta da Sidul, velhas a esfaquearem-se umas às outras pelos pacotes da Nicola (e não é pelas frases ranhosas...Aquelas têm censura...Eu gosto é mesmo das ordinárias...As frases, não as velhas...) ou ver o jet set a snifar mascavado em linhas perfeitinhas feitas com o cartão de pontos da GALP...

Falando em pontos da GALP, visto que os cabrões me sacaram pontos indevidamente, hoje apetece-me falar de casas de alterne (subtil, a mudança de tema, não?)...

Já repararam o quão difícil hoje é para um adolescente ir dar uma pinocada a pagar sem haver a real possibilidade de se enganar no estabelecimento??? É que os nomes não ajudam, porra...Quer dizer, imaginemos que um puto com as hormonas aos saltos e com guita para gastar (possivelmente do tráfico de açúcar ou de pacotes do mesmo contrafacionados...) quer ir dar uma...O puto olha para o Tromba Rija e ainda entra pelo restaurante dentro com a gaita de fora a gritar "Lucy, i'm home!!!...Claro que sai 20 segundos depois acompanhado de dois africanos de largo porte que lhe vão proporcionar uma enrabadela que ele nunca mais se esquece...Ou pior ainda...Imaginemos que o gajo vai ao Hipopótamo...Epá, um tipo vai na onda de dar uma e sai de lá porque "levou" uma experiência em zoofilia que nunca mais vai esquecer na vida, apesar das décadas de psicoterapia a que vai estar sujeito...

Mas porque não espetarem em néon fluorescente cor de rosa o que realmente pretendem proporcionar aos clientes? Não facilitava logo a coisa? Porra, que complicação...

Qualquer coisa tipo "Abram alas que lá vai alho - Gabinetes terapêuticos de desenvolvimento e aprendizagem"...

Raios parta o português e a mania de complicar o que é fácil...

10 comentários

Comentar este post